top of page
  • Foto do escritorTech Crop Agronegócio Ltda.

Produção de algodão em alta.

O Brasil figura entre os cinco maiores produtores mundiais de algodão, ao lado de China, Índia, EUA e Paquistão. A área plantada das lavouras de algodão no Brasil foi de 1,658 milhão de hectares em 2022 segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


O crescimento do consumo mundial e nacional tem estimulado a alta na produtividade e o aumento da rentabilidade aos produtores.


Devido à diversidade climática do Brasil, os períodos de plantio variam em um intervalo entre outubro e março conforme cada região e a colheita varia entre maio e setembro.


PREPARO DO SOLO:


Esta é a etapa mais importante, antes mesmo do plantio, pois isso determinará a qualidade da colheita. Por serem muito sensíveis à competição com plantas daninhas, as plântulas de algodão devem ser estabelecidas em terreno livre de plantas daninhas e com o solo corrigido e com boa drenagem, seja no plantio convencional ou direto.


Os solos escolhidos para a cultura devem apresentar características físicas, químicas e biológicas favoráveis ao algodoeiro.


No caso de haver alguma limitação física, por exemplo, a correção deverá ser realizada previamente ao plantio do algodão.


PLANTIO:


A semeadura do algodão é feita mecanicamente, com semeadora tratorizada. Nesta etapa, recomendamos o tratamento das sementes com Tech Crop Alglusil, um fertilizante mineral misto que associa as tecnologias à base de SILÍCIO, EXTRATO DE ALGAS E POLI D-GLUCOSAMINA, com a finalidade de auxiliar na proteção e na germinação das sementes e também auxiliar a colonização das sementes e das raízes pelos microrganismos benéficos, agentes de controle biológicos e promotores de crescimento de plantas.


O teor de água do solo é muito importante durante a semeadura, facilita as operações mecânicas, favorece a germinação das sementes e o desenvolvimento inicial das plantas, e ainda permite a população adequada das plantas.


ADUBAÇÃO:


Entre 20 e 30 dias após a germinação, aplique via foliar Tech Crop Si, Tech Crop Activ e Tech Crop Power Mn, objetivando a redução do estresse biótico e abiótico.

Cerca de 30 dias depois, complemente o tratamento da lavoura com mais uma aplicação foliar de Tech Crop Si, Tech Crop Power Cup ou Tech Crop Mg, conforme a necessidade, para auxiliar o pegamento das flores.

As demais aplicações sucedem a cada 20-30 dias, conforme as condições climáticas, com o objetivo de obter o maior número possível de internódios com maças bem desenvolvidas, resultando em maior número de capulhos por planta e, consequentemente, uma maior produção da lavoura.


Confira a tabela abaixo, com a definição das épocas mais adequadas para plantio e colheita, conforme cada um dos 10 principais estados produtores, filiados à Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão)...

Utilize-a como referência para a sua região e siga os cronogramas e doses de adubação recomendadas em: https://www.techcrop.com.br/algodao


Para mais informações, consulte nossa equipe técnica pelo WhatsApp: (15) 99661-1274 ou acesse nosso site techcrop.com.br.


Referência: www.soudealgodao.com.br


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page